5 conceitos que todo bom síndico deve saber

Tempo de leitura: 3 minutos

Você era morador de um condomínio, acabou se tornando síndico e agora precisa estar por dentro das obrigações e tendências desse tipo de atividade? Se a sua resposta foi sim, saiba que você não está sozinho nessa. É cada vez mais comum que os condomínios tenham como síndico uma pessoa que trabalha em outro emprego durante o dia e, nas horas vagas, se dedica a essa atividade.

E foi pensando em você, síndico de primeira viagem, que elaboramos uma lista com cinco conceitos que todo bom síndico deve saber. Vamos lá?

Regulamento interno

É comum que todo condomínio tenha suas regras e especificações. Há, por exemplo, condomínios que permitem a criação de animais nos apartamentos e outros não, que limitam horários para uso das áreas comuns, etc. O regulamento interno, portanto, nada mais é do que uma espécie de constituição que regulamenta as normas e regras que devem ser seguidas pelos moradores.

Para ter um regulamento interno justo e dentro da lei, é importante que seja elaborado após diversas reuniões com os condôminos, ouvindo as opiniões e sugestões de todos, que devem entrar em consenso quanto às regras estabelecidas. Na elaboração do documento também é sugerida a presença de um advogado especializado em Direito Imobiliário, para que os erros sejam evitados.

Conselhos do condomínio

A administração de um condomínio não é muito diferente da administração de uma empresa, por exemplo. Dentro desse contexto, o síndico representaria o diretor geral de uma empresa, tendo pessoas de confiança liderando os mais diversos setores da organização.

Dessa forma, diferentes moradores podem ser responsáveis por diferentes atividades em um condomínio. É possível criar um conselho para finanças, outro para cobranças, outro para contratação de funcionários, etc. Assim, o síndico tem o seu trabalho reduzido, contando com o auxílio de outros moradores.

Assembleia geral

A assembleia geral é uma espécie de reunião periódica em que todos os moradores são convocados para debater assuntos de interesse geral e tomar as decisões em conjunto. Recomenda-se que as assembleias gerais sejam feitas em períodos pre-determinados, como semestralmente, por exemplo. Ou então, convocadas de forma emergencial, quando ocorrer alguma situação que deve ser resolvida imediatamente.

O síndico também pode utilizar da assembleia geral para expor documentos, como relatórios de gastos para os condôminos.

Autoridade

Assim como o diretor de uma empresa é visto como uma figura de autoridade, o síndico também deve ser. Isso não quer dizer que você precisa ser rude ou autoritário com os moradores, mas deve ter seriedade nas questões relativas ao condomínio, como a cobrança de taxas ou no ato de exigir que as regras sejam cumpridas.

Finanças condominiais

Geralmente os condomínios cobram uma taxa fixa dos moradores e esse dinheiro arrecadado deve ser utilizado inteiramente para a gestão financeira do ambiente, como o pagamento de funcionários, limpeza e manutenção das áreas comuns, etc.

Além da taxa mensal, também fazem parte das finanças condominiais as taxas extras, que podem ser cobradas, por exemplo, quando o condomínio precisa fazer uma reforma emergencial. No entanto, vale lembrar que as taxas extras não podem ser simplesmente impostas, elas devem ser aprovadas pela maioria dos moradores nas assembleias.

Conhecendo e colocando em prática esses cinco conceitos, nós temos certeza de que você irá se tornar um síndico de muito sucesso. Caso tenha ainda alguma dúvida, deixe um comentário e responderemos prontamente.

 

Baixe nosso aplicativo.

Sobre Pedro

Pedro

Pedro é um entusiasta em busca da melhoria na qualidade de vida em condomínios! Adora estar antenado no dia a dia e adora compartilhar com os leitores suas experiências.

4 Comentários

  1. Marli

    a convenção condominial reza que o sindico pode ser reeleito com 2 anos, num total de 4 anos, acontece que são 20 moradores na maioria idosos e viajantes, e querem que eu continue na sindicância, não queremos recorrer a administradora pq, seria onoroso, nosso condomínio é pequeno e taxa condominial abaixo de R$200,
    é legal reeleger em Assembléia o msm síndico? Vimods que existem síndico exercendo há 30 anos ou mais…

    Responder
  2. Rotineira da silva

    Sou síndica tenho problemas com alguns moradores são os muitos teimosos provocadores etc. E também a taxa do condomínio é muito pouca não é da pra fazer graze nada o que eu devo fazer

    Responder
    1. Rotineira da silva

      Nos não temos advogado gostaria de saber como eu posso conversar com os moradores sobre o aumento da taxa do condomínio porque está difícil fala com eles sobre isso já tentei mais esta difícil você pode me ajudar por favor. Obrigado

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *