Ar-condicionado em condomínio: saiba quais são as regras!

Tempo de leitura: 3 minutos

Olá, tudo bem?

Ar-condicionado em condomínio. Isso sempre gerou dúvidas entre os moradores, na hora da instalação. Neste artigo, eu quero explicar para você quais são as regras para instalar o aparelho, sem ter problemas com o regimento interno, muito menos com os vizinhos.

Antes de qualquer coisa é preciso que você preste atenção em alguns fatores, antes da instalação. Há vários itens para serem respeitados.

O primeiro deles, e talvez o principal, é você verificar a capacidade física de seu condomínio para instalar o ar-condicionado. Há edificações antigas e com fiações elétricas que não comportam a carga do aparelho. Trocar o cabeamento do condomínio e infraestrutura de energia seria inviável e muito caro.

Neste outro texto do blog, inclusive, eu falo sobre 7 maneiras para economizar e reduzir custos do condomínio.

Há condomínios que, por questões de segurança, proibiram o uso de aparelhos de ar-condicionado portáteis.

Devo conversar com meu síndico?

Com a infraestrutura física e elétrica do imóvel checada e aprovada, chegou a hora de conversar com o síndico.

Ele é a pessoa que possui conhecimento sobre o regimento interno do condomínio e pode verificar se há a possibilidade de instalação do aparelho.

Caso o regimento permita, é só chamar um técnico para realizar a instalação. E se você não puder fazer a instalação? Se isso ocorrer será necessário convocar os condôminos para uma nova reunião de conselho.

De acordo com o Art. 1.351 do Código Civil, uma alteração no regimento interno só pode ser aprovada com voto de dois terços dos moradores. Se o condômino resolver não acatar a regulamentação do regimento interno, ele pode ser multado e até acionado, judicialmente, para realizar a retirada do aparelho.

O que eu preciso saber na hora de instalar o ar-condicionado?

Você precisa pesquisar bastante antes de comprar o aparelho de ar-condicionado. Potência, consumo de energia e barulho são uns dos itens que devem ser checados. O site Engenharia Concreta deu algumas dicas, que vamos reproduzir abaixo:

  • Capacidade do ar-condicionado: você precisa garantir que o aparelho é adequado para o local que será instalado. É necessário verificar o tamanho do ambiente e a incidência do sol – se é de manhã, ou à tarde. A capacidade do ar é medida em BTU. Veja na tabela abaixo os aparelhos indicados para metragens:

      

 

  • Local de instalação do ar-condicionado dentro de casa (evaporadora): é necessário verificar se o ar não ficará em cima de algum aparelho eletrônico, pois pode haver falha na drenagem e cair água em cima dele.
  • Local de instalação fora de casa (condensadora): é importante que você leve em conta a posição em que está o aparelho dentro de casa, para economizar fios e tubos. Evite colocar a condensadora em locais com muito sol, pois ela pode superaquecer.
  • Drenagem da água: verifique se o processo de drenagem será por gravidade – do lugar mais alto para o baixo. Falhas no sistema de drenagem ocasiona goteiras no interior do ambiente e infiltração nas paredes.
  • Mão de obra especializada: contrate sempre um profissional especializado para executar o serviço. A instalação do ar-condicionado é complexa e precisa ser feita de forma correta.

E aí, gostou das minhas dicas? Caso tenha alguma dúvida sobre condomínios, deixe sua pergunta no campo de comentários, logo abaixo.

 

Abraços

Ivan Bermudes

Sobre Ivan Bermudes

Ivan Bermudes é o Diretor Comercial da Condlink! Acelerado por natureza, focado a ajudar todos os parceiros Condlink a crescerem em conjunto. Levou a Condlink para mais de 13 Estados e não irá parar até levar o Condlink para seu condomínio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *