Portaria Remota: A melhor maneira de oferecer ao condomínio e aumentar suas vendas.

Tempo de leitura: 5 minutos

A tecnologia hoje trás diferenciais e competitividade para toda empresa que com ela se aliar. Seja pela redução de custos, melhoria de processos e tarefas e a possibilidade de ganhar escala de vendas são alguns fatores que você deveria pensar muito a respeito caso seja “descrente” do potencial de novos serviços, como o de Portaria Remota.

O que antigamente era inconcebível, comopegar carona com um estranho de qualquer ponto da cidade e escolhendo seu destino, pagando mais barato e tendo mais conforto e a mesma segrança que um taxi, hoje o Uber mostrou que é possível.

Além de muitos outros exemplos em diversos setores, o mercado de segurança eletrônica e controle de acesso passa por mudanças nunca antes vistas em sua tecnologia, e principalmente na forma de operar condomínios.  

Nem toda empresa, síndico ou condômino estão preparados e educados para essa nova realidade. Muitas dúvidas e objeções quanto a segurança, confiabilidade do serviço, custo e até dúvidas mais básicas de funcionamento e operação rondam suas crenças.  

Por isso, saiba que existem diferentes potenciais clientes, com diferentes visões do que realmente é Portaria Remota. Confira nesse post como aborda-los e o que precisa estar claro para eles sobre o novo sistema para quebrar suas objeções. Vamos lá?

Você, responsável por uma empresa de segurança eletrônica e que deseja iniciar suas atividades no crescente ramo de portaria remota. É importante se atentar aos 3 principais perfis de clientes e seus respectivos estágios de compra:

 

Perfis de clientes de portaria remota:

1. O interessado emportaria remota que ainda não entende o que é:

O Síndico ou condômino que teve contato com o conceito de Portaria Remota pela internet ou através de um amigo ou vizinho que já possui este serviço e solicita uma reunião para entender mais deste serviço.

 

O que você pode oferecer para ele?

Muitas vezes este cliente ainda precisa entender o conceito, aprovar com os condôminos em assembleia e juntar capital para redução do quadro atual de funcionários e investimento em tecnologia.

Visite e estude em nosso blog.  Nele existe o  melhor material  sobre portaria remota do Brasil. E com isso você  pode ajuda-lo a entender  melhor tudo que envolve a implementação do novo sistema enviando artigos, notícias e ebooks sobre o tema.

Enquanto o condomínio faz sua “lição de casa”, é uma boa oportunidade elaborar e oferecer um projeto de segurança eletrônica de acesso e CFTV para o condomínio, preparando-o para a futura implantação de Portaria Remota.

Veja dicas de como montar este projeto clicando aqui!

Resultado esperado:

Desta forma o condomínio irá diluir seus custos em investimentos como comodato ou financiamento de equipamentos, usando a tecnologia para melhorar sua segurança desde o início e você como revenda, poderá deixar o condomínio maispreparado para o serviço de Portaria Remota ao longo deste período até o fechamento do serviço.

 

2. O  interessado em portaria remota que já sabe o que é:

Nesse caso, o cliente já passou pelo estágio inicial de conhecimento do novo sistema de  monitoramento. Sendo assim, ele já compreendeu o seu funcionamento e algumas objeções já foram quebradas. Ele agora está cotando uma solução de Portaria Remota para colocar em pauta da assembléia.

Dica Condlink: Nessa etapa do processo essa negociação dura em média 06 meses para fechar a contratação.

 

O que você pode oferecer para ele?

Possibilidade de Portaria Híbrida. Oferece para ele esta possibilidade de trabalhar com o porteiro durante o dia no condomínio e a noite o controle de acesso ser feito pela central.

 

Resultado esperado:

Espera-se uma maior probabilidade de aprovação dos condôminos sobre este serviço em assembléia. A solução irá mesclar o porteiro durante o dia que já é existente no condomínio com a redução de custos a noite com a central em operação.

 

O conjunto trás economia em mão de obra para investimentos em tecnologia. Quando o condomínio se adaptar, ele poderá a qualquer momento para a operação de Portaria 100% remota, passando por uma transição mais tranquila.

 

3. O cliente está na etapa de decidir por qual empresa vai implementar  o serviço

Esse é o futuro cliente mais  adiantado na jornada de compra do novo modelo de controle de acesso para seu condomínio. Ele já entendeu como funciona,  repassou para os moradores em asembléia, e agora quer saber os diferenciais de sua empresa, o sistema que você usa e sua solução de serviços.

Dica Condlink: Nessa etapa do processo essa negociação dura em média 03 meses para fechar a contratação.

 

O que você pode oferecer para ele?

Partindo do pressuposto que o condomínio já possui uma verba para esta implementação, e os condôminos já estão decididos por segurança e economia, esta na hora de apresentar os diferenciais de ser um revendedor Condlink!

 

Resultado esperado:

Além da apresentação do projeto 100% Portaria Remota para esse caso, Destaque serviços como:

  • Tempo de atendimento em casos de emergências
  • Manutenção técnica de equipamentos
  • Estrutura para o controle de acesso remoto

As revendas Condlink operam com um sistema 100% online, integrado ao aplicativo oferecido para o condômino, facilitando o dia a dia da vida condominial mesmo sem ter uma pessoa em sua portaria 24 horas.

 

Ao aprimorar a segurança, a comunicação é o próximo passo para garantir a qualidade de vida no condomínio!

Gostou das dicas?  Temos mais  de 35 revendas em todo Brasil e lhe convido para ser uma delas clicando aqui!

Sobre Ivan Bermudes

Ivan Bermudes é o Diretor Comercial da Condlink! Acelerado por natureza, focado a ajudar todos os parceiros Condlink a crescerem em conjunto. Levou a Condlink para mais de 13 Estados e não irá parar até levar o Condlink para seu condomínio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *